Thaís Campos – #NaColaDaTata

corrida-volta-pampulha-dez2014 (2)

Oi, pessoal! Permitam que eu me apresente. Meu nome é Thaís, mas sinta-se à vontade para me chamar de Tatá. Sou mineirinha da capital, Belo Horizonte. Atleta amadora, descobri na corrida uma forma de cuidar da minha saúde com alegria e satisfação.

A corrida entrou na minha vida como um remédio. Não foi nenhuma surpresa pra mim quando fui diagnosticada com Fibromialgia, uma vez que minha mãe e minha avó também sofrem dessa condição. Ao final da segunda graduação, assumi um desafio profissional muito grande. Ficava constantemente com a cabeça no meu trabalho e bastante preocupada em corresponder as expectativas, o que me fazia ter crises quase que diárias. Quando ia ao médico e ele dizia para apostar em atividades físicas para controlar as crises, achava que ele estava maluco. Como exigir um esforço maior do meu corpo poderia ajudar a diminuir as dores? Pela lógica, eu acabaria com mais dores, não? Na minha cabeça, eu precisava apenas de remédios. Por vários meses, eu tomei relaxante muscular para conseguir dormir à noite e energéticos para conseguir trabalhar bem durante o dia.

amor-na-pele-abr2015

Vendo que eu não daria conta de levar a vida assim por muito tempo, decidi mudar. Decidi que continuaria levando o meu trabalho a sério, mas sem aquela preocupação excessiva que não te deixava dormir ou gozar plenamente um final de semana. Resolvi dar uma chance para as recomendações médicas e comecei a caminhar. Entrei pra academia pela quadragésima vez, mas sabendo que dessa vez teria que ser diferente. Teria que ter disciplina pra continuar, afinal o objetivo já não era mais ficar bem de biquíni. Era não ter mais dor. E só aí já tive uma diminuição considerável das dores da fibromialgia.

inicio-primeiro-trote-na-pampulha-ago2013

Passei meses apenas nas caminhadas, até porque eu não achava que fosse capaz de correr. Colocava um milhão de obstáculos, como o fato de não respirar bem pelo nariz ou de achar que meus joelhos não suportariam tanto esforço. Durante uma caminhada em família, num domingo à noite na Pampulha, fui incentivada a dar um trotezinho. Apesar de ter sido um esforço muito grande, ver que eu conseguia me fez querer insistir. E cada vez mais fui me sentindo mais forte, mais capaz.

corrida-primeiraprova-lotus-set2013

Comecei a participar de provas por pura diversão. A primeira foi a Lotus, em setembro de 2013. Ainda não conseguia correr os 5K direto, mas teria água no caminho e banheiros se eu precisasse, e isso era o que me interessava. Mas depois de sentir a vibe de uma prova e a sensação incrível de cruzar a linha, pus na minha cabeça que queria viver isso mais e mais vezes.

corrida-primeiros10Koficiais-out2013
Primeiros 10 km oficiais!

Até março de 2014 fui correndo por conta própria, sem seguir planilha e me alimentando de qualquer jeito. Até que decidi que queria correr, não apenas sair correndo. Busquei apoio junto a uma assessoria, encarei a academia como um reforço necessário e comecei a fazer acompanhamento com uma nutricionista. Mudei o modo de encarar os treinos, meu comprometimento com os exercícios e a alimentação, tudo voltado para melhorar minha qualidade de vida e minha performance nas corridas.

primeiro-podio-com-amiga-corra-pra-night-out2014

Correr me permitiu viver vários bons momentos: os primeiros 10K oficiais, diversos treinos e provas nos quais me superei de alguma forma, o primeiro pódio por categoria, a primeira Volta da Pampulha…

A medalha mais querida!
A medalha mais querida!

Mas a coisa maravilhosa que a corrida me deu foi a oportunidade de conhecer pessoas e fazer novas amizades. Quando você começa a correr descobre que todos os corredores já são amigos, só precisam de uma corrida juntos para se reconhecerem. A energia maravilhosa de uma corrida propicia um ambiente muito favorável para que você faça trocas superpositivas com muita gente do bem. E nem precisa estar fisicamente perto pra trocar toda essa energia. Tenho muito carinho por todos os meus amigos corredores, tanto aqueles com quem já corri quanto aqueles com quem ainda vou correr.

amigos-volta-pampulha-almoco-dez2014

O próximo desafio que vou encarar serão os 21K. Quando penso no quanto foi difícil trotar pelos primeiros quilômetros, lá em agosto de 2013, fico muito feliz em ver o quanto já progredi, e mais ainda em saber que posso fazer ainda mais. A corrida te dá essa possibilidade de se desafiar a cada dia, seja batendo um tempo, correndo uma nova distância, ou até mesmo fazendo um percurso diferente.

Correr te permite mais do que sonhar: te permite realizar. E os sonhos e suas realizações são nossos, mas ter quem acredite neles com a gente nos faz sentir mais fortes, mais capazes. Tem muita gente envolvida nisso comigo. Família, amigos… Mesmo me achando meio louca, sabem dar valor aos meus esforços, torcerem por mim e celebrarem comigo cada pequena vitória. Mas ninguém precisa compreender tanto um “nem rola de sair hoje, amanhã tem que acordar cedo” numa sexta ou sábado a noite quanto o meu noivo Raphael. E ele mais que compreende. Ele apoia, incentiva e acredita. Agradeço a Deus todos os dias por ter colocado alguém tão especial no meu caminho.

parceria-eterna-eu-e-rapha(2)

Estou longe de ser uma das melhores corredoras e também nem tenho tamanha pretensão. Mas sinto-me feliz em estar cada vez melhor para me superar a cada treino e cada prova. Quanto às crises de fibromialgia, desde que comecei a correr elas desapareceram completamente. O que veio pra mim como remédio faz hoje parte de quem sou.

Instagram
Facebook
Página
Blog

[cincopa A4LAPisJHdli]

CorreGabs

Sobre CorreGabs

E aí, tudo ótimo com você? Maravilha, né? Se você chegou até aqui é porque está buscando junto comigo dar um SALTO QUÂNTICO na Evolução Espiritual! Porque gente boa se atrai! Entendeu? Eu sou a CorreGabs, seja muito bem-vindx, ao meu blog! 38 anos, esposa do Fábio, corredora amadora desde 2010, Maratonista desde 27/07/14 e amante da vida saudável! Não espere muita coisa além de: corrida, roupas e acessórios para prática de esportes, agenda de corrida, academia, motivação para corrida, alimentação saudável e corrida! 😆 Na verdade vamos falar de tudo que envolve a expansão da consciência! Porque tá tudo conectado! Sigamos no caminho da luz! Namastê!

3 pensou em “Thaís Campos – #NaColaDaTata

  1. Que legal a história da Thaís. Aprendo e me motivo todos os dias com ela pelo instagram. Essse esporte é tão maravilhoso que além de melhorar nossa saúde, nos faz pensar a vida de uma maneira totalmente diferente. Parabéns à Thaís e ao Raphael, esse apoio é muito importante.

  2. Ahhh que história linda Thaís! Já era seu fã de carteirinha por vê-la não só como uma corredora, mas como uma pessoa especial! Motivador ler como ocorre a superação pela corrida em pessoas que encaram o desafio de correr e depois não abrem mais mão dessa atividade tão gratificante. Saúde, amigos, equilíbrio são só alguns dos ganhos que vêm à reboque. Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.