Jaques de Campos

IMG-20141030-WA0027-2

 

Se você não conhece a Uphill Marathon, assista ao vídeo da campanha para ter uma ideia do que estamos falando! Rsrs

Hehehe…

Agora sim, o relato:

Uphill Marathon 2014

Mizuno-Uphill-Marathon-a


No dia 18/10/14 saímos por volta das 12h de Floripa para Treviso-SC onde estava acontecendo a Expo da prova. Nos atrasamos bastante, pois estava muito trânsito e acabamos chegando no final, mas a tempo de encontrar os amigos e juntos irmos para a pousada que ficava em uma cidade vizinha (Urussanga).
Jantamos na pousada, todos que estavam lá fariam parte da corrida!

1017159_4696010213836_2182856125330022296_n
Lá pelas 22h todos foram para seus quartos, eu estava muito ansioso e acabei pegando no sono por volta de 1 da manhã para me levantar às 4h30min.

Número de peito com a altimetria da prova estampada!
Número de peito com a altimetria da prova estampada!

Apesar de dormir pouco, acordei bem e animado, contudo, chovia e fazia frio!
Tomamos café e saímos rumo a Treviso onde aconteceria a largada!
Lá chegando, estava muita chuva com raios e trovoadas e pessoas dizendo que a prova seria cancelada, mas foram apenas boatos.

Douglas e Jaques


Então fui aquecer com meu irmão mas estava difícil por causa do vento e chuva muito fortes, tentamos alguns tiros, mas não resolveu muito, não! Enfim! Rs

Maragni_0024_1108
Todos prontos para largada ao som de AC/DC… eu não costumo me empolgar muito com músicas, mas a galera se animou bastante! Eu estava concentrado, tentando apenas me imaginar terminando a prova.

Deu a largada e meu irmão já disparou lá pra frente…

uphill-12
O irmão Douglas (sozinho), que fez a UpHill em 3:45, ficando em 13° lugar …

Fiquei em um grupo intermediário que estava correndo num pace de 4’50 a 5 pelo que eu ouvi, pois não marco mais o ritmo em minhas provas, apenas o tempo total. Fiquei nesse pelotão até o km 15, aí dei uma diminuída para tomar meus repositores (gel, cápsula de sal) e consegui alcançar alguns ainda… Nos primeiros 20 km são subidas, umas 2 descidas e algumas vezes corríamos “falsas” ruas planas.

IMG-20141030-WA0021-2

Eu não tinha uma estratégia definida, pois não sabia o que viria pela frente! Dias antes conversando com meu irmão, ele comentou que não adiantava correr tão devagar até chegarem as subidas mais íngremes, pois lá todos iriam quebrar.

Eu estava fazendo um tempo bom, me sentindo muito bem até os 27 km… lembro que passávamos por uma galera que estava nos carros e amigos, parentes dos competidores, todos gritavam dando incentivo a todos que estavam correndo, lembro o treinador do meu irmão dizendo que só faltava 15 km… me animei por alguns segundos, porque eu sabia que o pior não tinha chegado ainda!

IMG-20141030-WA0026

Depois desse segundos de alegria eu comecei a sentir muita fome, tomei os géis que tinha e não passava, queria algo salgado e senti uma sensação que iria desmaiar caso não comesse nada, ai já começou minha briga com o psicológico tentando dizer ao mesmo que estava bem, que aquela sensação iria passar.

IMG-20141030-WA0024


Quando me dei conta, já estava andando… foi quando passou um atleta por mim e perguntei onde seria o outro posto de comida, que tinha passado pelo primeiro e não tinha visto!

IMG-20141030-WA0022-2

Ele me respondeu que ficava no km 7 (a prova começa nos 42,195 e vai diminuindo), ele me arrumou 2 bananinhas e foi embora, comi como um morto de fome, elas me fizeram sentir melhor, apesar de que eu queria algo salgado ainda, mas me fez tão bem, que voltei e passei o cara que me ajudou e ele até brincou: “Fez bem as bananinhas, heim?” Eu sorri e continuei…

Na verdade, o que eu mais queria era chegar no km 7 (posto onde estava a comida), tentei apertar o passo, mas não conseguia, já estava sentindo muitas cãibras, tentei parar para alongar e um cara que estava correndo logo atrás gritou para eu não alongar senão iria travar tudo, realmente foi a sensação que senti quando tentei. Do 10 km era só morro, muita chuva e vento não estava fácil pra ninguém, cheguei ao km 7 no posto de comida, tinha umas 8 pessoas paradas e comendo, parei tomei uma coca cola com amendoim, castanha do Pará, peguei um gatorade e uma banana e já saí tentando correr, mas essa corrida depois que saí do posto durou apenas alguns metros, já voltei a caminhar!

Sem condições de correr, ventos fortíssimos, muita chuva, água descendo pelo asfalto que atrapalhava mais nosso desempenho que nessa hora já não era bom pra mais ninguém.

Maragni_0413_4801

Andei com vários atletas, pra subir andando estava difícil além de muito íngrime a chuva e o vento forte nos obrigava a fazer muita força, mas nada tirava de minha cabeça que tinha a certeza que iria terminar a qualquer custo, cheguei até ali não iria desistir por nada! Nessa hora minha confiança e alegria era maior que minhas dores, cansaço, força que estava fazendo para andar contra o vento, sabia que o últimos 1,5 km era plano e que lá em cima eu iria correr até o final!

IMG-20141030-WA0023-2

Quando cheguei ao topo no plano comecei a correr com dores no corpo todo, mas com o pensamento que o pior já tinha passado e que tinha vencido a tão temida Serra do Rio do Rastro, terminando em 4:48′ e ficando na posição de 131 de 300 atletas, numa prova que já está entre as mais difíceis do mundo!

IMG-20141030-WA0032

IMG-20141030-WA0029

Estou muito feliz com essa conquista e pronto para novos desafios!

IMG-20141030-WA0025

IMG-20141030-WA0030

Jaques de Campos.
Instagram: @jaques_35
Facebook: Jaques de Campos

CorreGabs

Sobre CorreGabs

E aí, tudo ótimo com você? Maravilha, né? Se você chegou até aqui é porque está buscando junto comigo dar um SALTO QUÂNTICO na Evolução Espiritual! Porque gente boa se atrai! Entendeu? Eu sou a CorreGabs, seja muito bem-vindx, ao meu blog! 38 anos, esposa do Fábio, corredora amadora desde 2010, Maratonista desde 27/07/14 e amante da vida saudável! Não espere muita coisa além de: corrida, roupas e acessórios para prática de esportes, agenda de corrida, academia, motivação para corrida, alimentação saudável e corrida! 😆 Na verdade vamos falar de tudo que envolve a expansão da consciência! Porque tá tudo conectado! Sigamos no caminho da luz! Namastê!

3 pensou em “Jaques de Campos

  1. Jaques,

    CARAAAAAAAAL**!!!!! Só me deixou com mais vontade ainda de fazer essa prova!!!!
    Você é fera demais!!! Relato maravilhoso e tô chocado de ler!!!!

    Gabi, obrigado obrigado obrigado!!!! Esse relato do Jaques que você postou só serviu pra me motivar ainda mais!!!!

  2. Uooouuuu =O
    Que prova!
    Parabéns Jaques, isso é um sonho para todos que correm!
    Imagino sua felicidade, eu fico muito contente quando leio as conquistas dos corredores!
    E quanto a vc Gabs, vc é feraaaa! Só transmite alegria e motivação para nós!
    Beijoos ;*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.