Val Ribeiro

DSC_2190-2

Costumo dizer, que a corrida entrou na minha vida, como aquele velha frase clichê: “Pela dor ou pelo amor.” Primeiramente, foi pela dor…

Já tinha corrido há muito tempo atrás, mas fui deixando esse hábito de lado, e fiquei uns 15 anos sem correr.

Sempre fui uma pessoa magra e de hábitos saudáveis, mas há uns anos atrás, fui adquirindo hábitos que, aparentemente, achava que não me afetaria, pois, continuava com a minha rotina de ir à academia nos meus treinos de musculação diariamente, sem faltar, achando que estava sendo “disciplinada”.

DSC_2076-2

Porém, na rotina do dia a dia, fui deixando a alimentação saudável de lado, me alimentando mal, e ainda aos finais de semana, constantemente regados com churrascos, bebidas, pensava que, “era somente no final de semana” , não era uma rotina, e que isso não iria me fazer mal. Ledo engano!

Um belo dia, subi numa balança e vi o ponteiro chegar nos 79,5 kilos, foi um choque, eu não tinha percebido o quanto tinha me sabotado! Decidi então me cuidar, indo a uma nutricionista e readquirindo hábitos saudáveis. Para acelerar este processo, eis que descobri o tão divulgado AEJ (aeróbio em jejum), e foi assim que voltei a correr, primeiramente somente pela questão do emagrecimento, corria pouco, no máximo 4 km, tinha um certo bloqueio mental em percorrer uma distância maior.

10 km

E então, meu antigo professor de spinning, Marco Lopes, incentivou a me inscrever na minha primeira corrida. Eu nunca na vida tinha imaginado participar de uma prova, nem sabia como era, ao menos tinha assistido uma prova de corrida. E, de tanto ele insistir, eu e minha amiga Rita Duarte, nos inscrevemos na nossa primeira corrida, a 10 Km cidade de Jaú, a famosa corrida do Betão. Foi então que a corrida entrou em minha vida pelo amor.

Chegou o dia da prova, fui e me contagiei pela energia maravilhosa, pela alegria do ambiente, todas aquelas pessoas empolgadas, eu nunca tinha visto nada igual. Aquilo me emocionou de uma tal forma, que fiquei apaixonada pelo clima pré provas, é uma sensação vibrante e deliciosa!

10 milhas

Então, como os corredores sempre dizem, fui contagiada pelo vírus da corrida! Desde então, são dois anos que entrei nesse clube, já participei de 32 provas, conquistei 3 pódiuns. Sei que isso não é muito, mas para mim, é uma glória, sempre digo, que a minha vitória é sobre mim mesma, sobre uma pessoa que não se cuidava, que estava se sabotando aos poucos, e que hoje tem uma vida muito mais tranquila e saudável.

PODIUM ECO-2

A corrida para mim, é anti depressivo, estimulante, elixir da alegria e felicidade! Tenho alguns sonhos com a corrida, um deles já realizado, foi correr a São Silvestre, coisa que eu jamais imaginava em minha vida um dia fazer. Meus próximos objetivos são a Volta internacional da Pampulha, e uma meia maratona em 2016.

Não tenho a pretensão de ser a mais rápida, e sim, em ter prazer a cada treino, a cada prova, é literalmente uma corrida em busca da alegria, da felicidade e paz interior.

DSC_2048

A corrida me ajudou em muita coisa, a sair de uma depressão, da obesidade, a cuidar de mim, a ser mais paciente, mais solidária. Hoje tenho 48 anos e me sinto melhor do que quando tinha 30! A corrida me deu vários presentes, uma vida mais saudável, e amigos especiais que conheci nesse meio.

DSC_2075-2

E como diz a minha técnica Renata Pires, a quem em parte eu devo a minha evolução diária, “A corrida é um jogo de paciência.” É evoluir um dia de cada vez!

Nos vemos no asfalto, com muita alegria e um sorriso no rosto sempre!!!

Instagram
Facebook

Corregabs

Sobre Corregabs

34 anos, corredora amadora desde 2010, Maratonista desde 27/07/14 e amante da vida saudável! Não espere muita coisa além de: corrida, roupas e acessórios para prática de esportes, agenda de corrida, academia, motivação para corrida, alimentação saudável e corrida! :)

4 comentários sobre “Val Ribeiro

  1. Gabs! Que honra estar no seu blog! Nem sei se mereço, afinal, não sou uma top corredora, nem sub nada hahaha… sou apenas uma pessoa que gosta de correr e se sente feliz com isso! Você é uma de minhas inspirações, e conte comigo sempre!! beijos!

  2. A Val eh uma guerreira e um dos grandes presentes que Jaú (e o esporte) me deu. Que venham por aí muito mais conquistas, positividade e é claro… qualidade de vida! Grande beijo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *